CONTATO

CONTATO:

E-mail: adrianaarteira@bol.com.br
Lojinha virtual: www.arteiracuriosa.divitae.com.br
Facebook: Adriana Arteira Curiosa

Fone: (011) 2849-4385

Endereço da minha lojinha física:

Avenida Vereador Juarez Rios de Vasconcelos, 137 - Galeria Central Shopp - Centro - Diadema - SP
Próximo a Confeitaria New Canaã

Os rostinhos que fazem a alegria do meu dia

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Vale a pena refletir...

Oi minhas queridas!
Hoje venho mostrar um texto lindo que li nesse blog e achei fantástico. Vale a pena refletir.
Espero que gostem.
" Certa vez uma criança de sete anos perguntou à mãe, que era famosa apresentadora de programa de TV:
- Mãe, por que na tela da televisão você sempre aparece sorrindo e feliz e em casa está sempre séria e nervosa?
A mãe pega de surpresa, respondeu:
- É porque na televisão eu sou paga para sorrir.
E a filha, mais que depressa, tornou a perguntar:
- Mãe, quanto você quer ganhar para sorrir também em nossa casa?
A pergunta da garotinha nos oferece motivos de reflexão.
Por que não sorrir no melhor lugar do mundo, que é nosso lar?
Por que não dar para os nossos tesouros mais preciosos, o melhor?
Você já parou para observar um irrigador de grama em funcionamento?
Girando, ele irriga toda a grama à sua volta, mas quando chegamos mais perto, observamos que a grama que está próxima do irrigador, está seca.
O irrigador molha a grama que está distante de si, mas não consegue molhar a grama que está mais próxima.
Será que em nossa família estamos agindo à semelhança do irrigador de grama?
Se estamos, é hora de mudar com urgência. Verifiquemos que quando um amigo vem à nossa casa, colocamos um sorriso no rosto.
Procuramos ser prestativos, companheiros, perguntamos como ele está, o que tem feito.
Somos extremamente simpáticos. Nosso rosto é a própria expressão de alegria e da camaradagem. Batemos carinhosamente em suas costas. Olhamos com respeito e amizade nos seus olhos. Sorrimos e sorrimos muito.Toda nossa atenção, durante o tempo em que ele está conosco, é para ele. Deixamos as nossas atividades habituais, largamos o jornal, deixamos de assistir o programa de TV que tanto gostamos.
Termina a conversa, o amigo precisa ir embora e despedimo-nos. O acompanhamos até à porta, ficamos acenando até ele desaparecer na rua.
Agora, voltamos para o interior da nossa casa e para nossa família.
Como que num passe de mágica, nosso rosto se fecha, ficamos carrancudos.
Vamos ler o nosso jornal em silêncio, e que ninguém nos perturbe. Passamos a ser outra pessoa.
Junto ao amigo somos pessoas simpáticas e sorridentes.
Junto a nossa família somos antipáticos e exigentes. Por que?
Será que os nossos amores não merecem a nossa atenção e o nosso carinho?
Pense nisso!
Se você se deu conta que está agindo mais ou menos como um irrigador de grama, reverta logo a situação.
Ainda hoje, enquanto você está com seus filhos, sua esposa, seus pais, seja alegre.
Converse.
Interesse-se pela vida deles.
O que eles fazem enquanto você está na escola, no trabalho, na rua?
Eles estão com algum problema? Gostariam de contar?
Sorria. Conte histórias de bom conteúdo. Relate fatos de sua expe^riência. E sorria.
Sobreturdo, abrace com carinho, beije com amor.
Agindo assim, nossa casa se transformará em um lar.
E ainda hoje seremos mais felizes.
Meninas, não é demais?
Beijinhos e até amanhã.

4 comentários:

Beatriz - Jubiart disse...

Arteira!

Linda e real reflexão.

Bjs e boas festas!

Cinária Mendes disse...

Oi Adriana,tudo bem?
Lindo este texto. Devemos sorrir sempre.Quero te desejar um Feliz Natal e 2011.
Jesus te abençoe!
Beijos

jana-arts disse...

Oi Adriana,

Obrigada pela visita.
Legal moramos na mesma cidade,rsrs...
Agora vamos trocar figuinhas...rsrs.

Beijos e um ótimo Natal!!!

Neli Rodrigues disse...

Dri, mto obrigada por mais um ano juntas...virtualmente é lógico,rsrs.
Adoro vir aqui no seu cantinho. Seu trabalhos estão lindos.
Quero que vc tenha um Natal mto feliz com sua família e que 2011 te traga gdes alegrias!
Bjs♥